Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 frutos da amazonia
 iwan tirta
 Revista Casa Claudia
 Revista Casa e Jardim
 Museu Textil de Washington
 Museu textil-Canadá
 Museu de tecidos - Itália
 Museu de tecidos - Lyon
 Tai Gallery


 
Celso Lima Estamparia


"10-GRUPPEN"

"10 Gruppen"

Foi em 1970 que os dez designers suecos se reuniram nessa empreitada maravilhosa, uma "cooperativa" do design de pattern, com a intenção de revolucionar a sonolenta padronagem têxtil sueca. Era também uma provocação divertida à marca finlandesa "Marimekko", fundada em 1957 pela designer Armi Ratia (1912-1979), e que faz história até hoje no design de padrões, e paradoxalmente a grande influencia do "10-Gruppen" (ou "Tio-Gruppen"), que viam na "Marimekko" o ponto de partida na renovação estética do design de ambiente nórdico.

Estampa "Pepper" de Birgitta Hahn para o "10-Gruppen".

E quem eram esses dez designers? Em sua maior parte, jovens que se iniciavam na indústria têxtil sueca, e que recusavam as normas conservadoras que lhe eram impostas nos projetos e criações. Na verdade, a industria sueca, e nórdica como um todo, se encontrava ainda à mercê das questões restritivas de custos impostas pelo pós-guerra, e também pela implantação de politicas econômicas draconianas, estabelecidas pela social-democracia na construção de um aparato social, amparado em valores igualitários também para a produção e o consumo.

Um dos ultimos trabalhos: estampas para a PUMA sueca/ "10-Gruppen"/ Hahn, Häkansson e Hedqvist 2014.

O "10-Gruppen" nascia no momento em que a contestação desses valores conservadores era necessária, inclusive para a realização do socialismo nas democracias nórdicas de maneira realista e integral. O grupo era formado pelos designers Birgitta Hahn, Tom Hedqvist, Ingela Häkansson-Lamb, Inez Svensson, Britt-Marie Christoffersson, Lotta Hagerman, Gunila Axen, Susanne Grundell, Carl Johan De Geer e Tage Moller.

Estampas "10-Gruppen".

De início suas estampas provocaram impacto e rejeição, matizes saturados, intensos, que coloriam geometrias e grafismos provocantes, flertando com a arte abstrata sueca, já que alguns dos integrantes possuiam trabalhos plásticos paralelos. Mas uma nova geração exigia uma nova estética, e a primeira loja do "10-Gruppen" em Estocolmo logo se tornou um sucesso, influenciando todo o design de pattern nórdico e também europeu.

Estampas "10-Gruppen".

Uma das intenções do trabalho do grupo era produzir uma linguagem gráfica contemporânea, absorvendo influencias da pop-art, mas com estilo, o que os diferenciou de sua antecessora finlandesa "Marimekko", cujo menu era absurdamente eclético, numa aposta multi-estilística. Com o passar dos anos, vários integrantes foram desenvolvendo projetos próprios, em carreiras solo, se desligando do "10-Gruppen".

Estampas "10-Gruppen" revestindo.

Na ultima década, apenas Birgitta Hahn, Ingela Häkansson-Lamb e Tom Hedqvist permaneciam a frente dos negócios do "10-Gruppen". Em fevereiro desse ano, a loja em Estocolmo foi fechada e a marca vendida. Era o fim de uma grande aventura do pattern, que durou 45 brilhantes anos. Fica o belíssimo acervo de quase 700 padrões criados, para nos influenciar e ensinar no caminho do bom design. Um viva!! ao "10-Gruppen"!

* ver também o post "Marimekko - A Estampa que Veio do Frio" de 23/04/2013.



Escrito por Celso Lima às 10h43
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]